17 de junho de 2011

Raro

Moreno claro, dourado solar
De alma que mora no mar
De clareza no denso pensar

Homem em estado pueril
De olhar inquieto mas gentil
De presença que não deixa vazio

Menino amarelo de maduro
De afeto genuíno e sentimento puro
Capaz de tirar um mundo do escuro
(Com seus gestos, versos e universos)

Nas ondas e curvas da vida, ensina
Todos a quem se destina
E por isso implora a pequena menina:
- Vem e ilumina o meu futuro.

Para B.

3 comentários:

CM disse...

Vc esta cada dia melhor.

Vivian Valsou disse...

Lindos, vocês, viu

Vanessa disse...

a cada dia melhor (2). Apaixonada? Não importa! Incrível! :-)