14 de abril de 2011

Conflito aflito

Motim dentro de mim
Desordem nociva
Mancha o peito
Suja o duradouro
Corrompe a clareza de todas as coisas

4 comentários:

algumarazao disse...

keep your head together =]

Vinicius Baratta! disse...

A clareza de tudo não está no detalhe. Está no amplo. No largo.

CM disse...

Corromper é doer,
Mas não necessariamente arder.

Pode ser ruim,
Mas também pode ser bom.

Eric disse...

As vezes é preciso sujar, para poder se tornar limpo. Para poder se tornar inteiro.